Archive for the Made In Brasil Category

Made in Brazil: Black Drawing Chalks

Posted in Made In Brasil, Música with tags , , , , , , , , , , , , , on julho 26, 2010 by digitalterror

A rock’n’roll band. Music to drink and fuck. Essa é a bio da BDS [Black Drawing Chalks], uma banda de Stoner Rock [um rock com riffs de guitarra graves e lentos com grande influência setentista/psicodélica] de Goiânia!

Victor Rocha e Douglas Castro tiveram a dieia de montar uma banda na faculdade de Design Gráfico. Eles fazem parte do estúdio Bicicleta sem Freio [responsável pela identidade visual de vários shows e festivais de Goiânia] e decidiram chamar Denis de Castro, irmão de Douglas e estudante de arquitetura, para fundar o Black Drawing Chalks. Na época, Victor dividia os acordes e vocais com Marco Bauer. No início de 2007, Marco decide sair da banda e Renato Cunha é convidado a integrar o quarteto. O nome da banda, que significa “carvões pretos para desenhar”, vem de uma marca alemã de material para desenho Staedtler, influência constante na vida dos garotos.

Em 2007, lançaram o elogiado disco de estréia, “Big Deal”, pela gravadora Monstro Discos. Após o lançamento do álbum, a banda tocou pelo Brasil inteiro. No mesmo ano, abriram para os ídolos americanos do Nashville Pussy, tradição que se tornaria frequente. A banda já fez shows ao lado de nomes como The Datsuns, Motörhead e Eagles Of Death Metal.

Em 2009, com mais maturidade, o grupo lança seu segundo álbum “Life Is a Big Holiday For Us”, também pela Monstro Discos, após uma turnê pelo Canadá, onde a banda se apresentou no festival Canadian Music Week.

Com frequente exposição na mídia, longas turnês e participação nos maiores festivais do Brasil, o grupo conquistou três indicações ao VMB 2009, nas categorias Aposta MTV, Rock Alternativo e Videoclipe do ano, com o vídeo da música My Favorite Way, feito em uma parceria do coletivo Bicicleta Sem Freio com o estúdio Nitrocorpz, responsável por diversas vinhetas da MTV.

Pra mim, que faço design, o BDC é uma imensa jogada. Os caras sintetisam o design com o lance psicodélico do stoner-rock, com letras lisérgicas e contagiantes! O clipe da “My Favorite Way” mostra bem isso, com forte impacto visual.  Vamos deixar um pouco desse rock’n’roll certinho que escutamos hoje em dia pra viver um pouco do ácido desse estilo de sexo, drogas e tudo mais!

Também vale muito a pena viajar nas ilustrações do Bicicleta sem Freio, altamente viciante…  Então, let’s rock!!
_myspace

Anúncios

Lançamento: Venus Volts Is Dead?

Posted in Made In Brasil, Novidades, Vídeos with tags , , on julho 23, 2010 by Jonatas

Semana passada fiz um post na “coluna” Made In Brazil (leia aqui) sobre a banda Venus Volts, elogiando seu som enérgico, viciante e extremamente empolgante. Apenas um post para divulgar uma banda que merece espaço, que merece ser escutada.

O que eu não esperava é que o vocalista e guitarrista Pellê entrasse em contato comigo em função desse post. Pois bem, foi o que aconteceu! Trocamos algumas mensagens, rolaram agradecimentos mútuos e mais: generosamente a banda convidou esse blog para lançar oficialmente seu primeiro disco “Venus Volts Is Dead?”. E para tanto, disponibilizou gratuitamente o disco COMPLETO para download. Isso aê galera, DOWNLOAD. E totalmente LEGAL. Basta acessar o link abaixo para ouvir em primeira mão o mais que bem-vindo disco de estréia do Venus Volts!

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

Por essa ninguém mesmo esperava hehehe

Espero que gostem do disco, que passem para seus amigos, pais, irmãos e tias. O Musikaholic deseja muita sorte para todos os integrantes da banda e torce para que repensem seu futuro musical. Afinal, precisamos de bandas boas assim não é mesmo?

Made In Brazil: Medulla

Posted in Made In Brasil, Novidades, Vídeos with tags , , , , , , , , on julho 20, 2010 by Jonatas

Ouvindo Medulla da para acreditar que o rock nacional ainda tem salvação. Letras incrivelmente inteligentes cheias de frases marcantes com forte apelo crítico munidas de um instrumental pesado que não excede os limites do bom senso e fortalecem o poder da voz rouca dos gêmeos Keops e Raony. Tudo soa perfeitamente no lugar trazendo um enorme leque de influencias que passam por diferentes vertentes musicais como new-metal, dub, jazz, MPB e hip-hop, mesclados em uma experimentação agradável.

Desde 2005 na estrada, possuem um disco espetacular lançado que passeia por ótimas faixas como “O Circo”, “Munição na Mamadeira” e “Susi”. Há também uma releitura da faixa “O Velho”, originalmente famosa na voz de Chico Buarque. Desde então estão lançando um novo disco em partes, através de compactos publicados em diferentes formatos (fitas k7, pen drives, mp3, etc). Serão no total quatro compactos que além das faixas inéditas trazem material multimídia e videos. O terceiro compacto entitulado “Capital Erótico” deve ser lançado em breve.

O som da Medulla já foi comparado com O Rappa, o que abriu portas para a inserção de seus trabalhos na mídia e em festivais de renome nacional. O clipe da música “O Novo” (acima) chegou a entrar nas paradas da MTV Brasil, provando que ainda existe um pouco de cérebro nessa remessa fraca de adolescentes. Torço para que encontrem o sucesso que merecem, afinal, não é todo dia que ouvimos algo tão bom!

Para conhecer mais do Medulla e acompanhar os lançamentos dos compactos, visite o MySpace oficial da banda. Lá também tem links para diversas redes sociais em que estão presentes ;)

Made In Brazil: Venus Volts

Posted in Made In Brasil, Vídeos with tags , , , , , , , on julho 11, 2010 by Jonatas

Dificilmente consigo gostar de bandas brasileiras que cantam em inglês. Sempre tem aquele sotaque esquisito que deixa a música um pouco brega, meio irritante de se escutar. Existem algumas poucas excessões, claro, e a banda Venus Volts é uma delas. Nascidos em Campinas em meados de 2002, produzem um incrível apegado indie-rock com influencias pós-grunge bastante evidentes. Encabeçados pela linda vocalista Trinity (Amo essa tatuagem que ela tem na garganta, acho realmente incrível! “Sing a Song”), valorizam o vocal feminino com fundos guturais masculinos que dão mais vida às canções. Já participaram da maioria dos grandes festivais independentes nacionais como Grito do Rock e obtiveram algum destaque na MTV quando o single “In Gold We Trust” foi lançado e utilizado na abertura de uma das poucas séries nacionais que o canal produziu, a Descolados. Das bandas nacionais em atividade, acredito que seja uma das mais completas e competentes.

Competencia essa que foi comprovada e aprovada pelo produtor Jimmi Hemphil de Los Angeles. Encantado com o som da banda conseguiu encaixar uma faixa (“Mamma Hates”) na trilha sonora do filme Bad Reputation.

Mas, como tudo o que é bom dura pouco, a Venus Volts anunciou recentemente em seu Fotolog que está se desmanchando. Dia 24 de julho farão sua última apresentação no BDZ (Bar do Zé) em Campinas. No mesmo dia da separação, a banda lança seu primeiro disco entitulado “Venus Volts is Dead!”. É realmente uma pena que algo tão bom tenha que terminar tão cedo, mas considero as dificuldades que as bandas independentes encontram aqui no Brasil e compreendo os motivos. Espero que alcancem sucesso em suas novas empreitadas e que possam aproveitar melhor suas capacidades em outras praias. Boa sorte rapaziada!

Para conhecer mais da banda Venus Volts, acesse seu site oficial ;)

Made In Brazil: Circo Motel

Posted in Made In Brasil, Música, Novidades, Vídeos with tags , , , , , on junho 30, 2010 by Jonatas

Emaranhados no underground paulistano, entre bêbados, mendigos, hare krishnas e travestis, o Circo Motel é uma daquelas bandas que agrada na primeira audição descolando novos fãs pela estrada em todo lugar que passam. No meu ponto de vista, ainda não tiveram o reconhecimento que merecem mesmo com destaque em sites de grande circulação como TramaVirtual e MySpace, e até mesmo tendo um clipe rodando na programação da MTV desde outubro passado.

São uma mistura de rock’n’roll clássico com postura hard-rock, frases de impacto e um vocal rouco marcante. Em alguns momentos lembram Rolling Stones e Black Crowes. Em outros encontramos um quê de Hellacopters e Backyard Babies em suas melhores fases. O fato é que dentre diversas referências a banda traça sua originalidade e mostra sua competencia. Grande prova disso foi a apresentação que conquistaram na Virada Cultural de 2010 que movimentou a galera com as canlções do EP de estréia.

O Circo Motel é bastante acessível também. Extremamente simpáticos com o público, estão sempre atualizando as redes sociais vinculadas à banda e respondem cada comentário, elogio ou crítica. Mais um motivo para desejar todo o sucesso do mundo aos caras, afinal é muito raro encontrar bandas sem estrelismos e frescuras por ai (mesmo na cena underground).

Quer conhecer melhor o Circo Motel? Basta segui-los no Twitter (@circomotel) para acompanhar as novidades. Pode ouvir o EP no MySpace oficial também e baixa-lo na TramaVirtual.

Made In Brasil: Que Fim Levou Valdir?

Posted in Made In Brasil, Música with tags , , , , , on julho 3, 2009 by Jonatas

qflv

No final da década de noventa a cena hardcore nacional se transformou completamente, trazendo um dos piores momentos desse gênero para os ouvidos. Era a explosão do hardcore melódico, que ficou também conhecido como emocore, carregada de guitarras sem peso, franjas encebadas e canções de amor. Um momento deprimente pra quem sempre frequentou o circuito alternativo das grandes capitais.

Mas com o tempo a coisa vêm mudando. Um dos melhores exemplos é provavelmente a banda Que Fim Levou Valdir? que ressucitou aquela fúria hardcore oitentista, numa levada semelhante à de bandas como Ratos de Porão. Com letras inteligentes, politizadas, críticas e muita gritaria, trouxeram para as casas de show aquele espírito desgraceiro que influencia ao mosh e as grandes rodas de pogo.

Esses paulistas debutaram nos palcos à aproximadamente quatro anos reciclando e inovando suas músicas de acordo com suas influencias que vão desde expoentes do hardcore nacional (Mukeka Di Rato), passando pela nova cena internacional (Atreyu) e alguns petardos do metal noventista (Pantera), produzindo assim um som único. Os shows desses caras são extremamente cativantes e cheios de energia, caracterizados pela ótima atuação e presença do vocalista Pedreira que não pára um minuto sequer, correndo para todos os lados, fazendo caretas e detonando com todos os integrantes da banda.

Dá pra conferir algumas composições no MySpace da banda, como o ótimo novo single “Saramago do Gueto”. E lá na Trama Virtual dá pra escutar o primeiro disco na íntegra.

Musikaholic de volta trazendo o melhor da cena brasileira ;)