Archive for the Filmes Category

O Legado

Posted in Filmes, Música, Novidades with tags , , , , , on julho 24, 2010 by Jonatas

Todo mundo já deve ter lido pela internet ou visto o trailer de um dos filmes mais esperados do ano Tron: O Legado. Algo que poucos sabem é que o duo francês Daft Punk está responsável pela produção da trilha sonora do mesmo. Agora, o que pouquíssimos sabem (por enquanto) é que além de produzirem a trilha, os robóticos DJs também compuzeram algumas faixas inéditas especialmente para o longa e que seis dessas faixas vazaram e já estão em circulação pela rede!

A quantidade de canções excede as expectativas e mostra que a dupla possui muito material novo preparado. Podemos contar (em breve) com um novo disco de inéditas que provavelmente conterá parte (senão todas) as canções da trilha de Tron. O último disco de inéditas do Daft Punk, “Human After All”, foi lançado em 2005 e desde então não houve mais nenhuma novidade, seja um remix ou uma participação conjunta com outros artistas. Já está mais do que na hora de promoverem um novo trabalho.

Considerados gurus da música eletrônica, o Daft Punk foi responsável por alguns dos melhores hits eletrônicos dos anos 90. Singles como “One More Time”, “Technologic” e “Around the World” ganharam infinitos remixes e ainda são constantemente executados nas pistas de dança do mundo inteiro. Em 2009, ganharam o Grammy de Melhor Gravação Dance por seu DVD ao vivo “Harder Better Faster Stronger (Alive 2007)”.

Para ouvir as seis faixas de Tron: O Legado, clique aqui.

Kurt Não Dorme

Posted in Filmes, Novidades, Vídeos with tags , , , , , , , , , , , on julho 20, 2010 by Jonatas

Se depender de Hollywood, Kurt Cobain jamais descansará em paz. Mais uma cinebiografia sobre o vocalista suicida do Nirvana foi anunciada. O novo longa será baseado no livro “Mais Pesado Que O Céu” de Charles R. Cross. A direção ficará nas mãos de Oren Moverman, conhecido por escrever o roteiro de “Não Estou Lá”, cinebiografia de Bob Dylan.

Segundo Moverman, o novo filme sobre a vida do cantor deverá ser mais linear, cru e caótico. O longa pretende desenvolver toda a vida do músico desde a infância, passando pela banda, seu relacionamento conturbado, o vício em heroína e enfim, o suicídio. A produção ainda não tem roteiro pronto nem título divulgado e pode demorar bastante para sair, visto que está a cargo da viúva Courtney Love. Segundo a vocalista do Hole, essa não é sua maior prioridade no momento. Nenhum ator foi escolhido até então para interpretar Kurt Cobain, mas Love mostrou-se interessada em negociar com o ator escocês James McAvoy (de “O Procurado”) ou Ryan Gosling (de “Um Crime de Mestre”).

Enquanto nada acontece, vamos ouvir “Sappy”, uma das músicas mais legais que o Nirvana pôde produzir!

9 Songs

Posted in Aleatórios, Filmes with tags , , , , , , , , , on julho 16, 2010 by digitalterror

Qual a música da sua vida? Certo que cada um tem uma trilha sonora, uma música marcante, que conta um momento ou lembra alguém.
Londres, verão de 2003.  Matt (Kieran O’Brien) climatólogo britânico conhece Lisa (Margo Stilley), uma jovem estudante americana, em meio a um show.  Eles logo se apaixonam, vivendo um intenso relacionamento sexual entremeado por vários shows que acompanham.

O filme do roteirista e diretor Michael Winterbottom, conta uma moderna história de amor cantada por oito bandas com nova músicas expetaculares! Algumas famosas como Franz Ferdinand, Primal Scream, Black Rebel Motorcycle Club, etc..
Altamente recomendado, foi o filme popular mais sexualmente explícito até a atualidade [porque inclui várias cenas de sexo real entre os atores.]

As nove músicas

Black Rebel Motorcycle Club – Whatever Happened To My Rock And Roll
The Von Bondies – C’mon, C’mon
Elbow – Fallen Angel
Primal Scream – Movin’ On Up
Dandy Warhols – You Were The Last High
Super Furry Animals – Slow Life
Franz Ferdinand – Jacqueline
Michael Nyman – Nadia
Black Rebel Motorcycle Club – Love Burns

Nine Songs – IMDb

Vampiros que Brilham e a Música

Posted in Cultura Pop, Filmes, Música, Vídeos with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on julho 1, 2010 by Jonatas

A  saga Crepúsculo escrita por Stephenie Meyer pode ser uma das piores coisas que surgiram nessa década. Um folclore fraco que distorce todas as mitologias vampirescas que surgiram pela história para agradar mulheres adolescentes com doses cavalares de romance brega, dramalhão e mágica. Adicione um lobisomem sentimental no meio disso e pronto, você tem a fórmula perfeita para vender milhões de livros para pessoas carentes, ser procurada por Hollywood e ganhar uma série de filmes ruins com atores de segunda e efeitos especiais primários que vão gerar mais alguns milhões de dólares, claro.

Entretanto, no meio de todo esse carrossel bizarro, alguns empresários bacanudos de perspicácia aguçada encontraram uma ótima oportunidade de mercado para aquecer o cenário musical: a trilha sonora.

A maior parte dos blockbusters americanos não possuem uma trilha sonora para vendas de grande relevância. Só existe um bom investimento nesse segmento quando as críticas prévias apontam que as bilheterias serão um fracasso, colocando as trilhas como forma de recuperar parte dos investimentos iniciais (caso de filmes como Freddy Vs. Jason, cuja trilha rendeu mais de 30 milhões pelo mundo, enquanto na estréia o filme não arrecadou nem 8 milhões). Mas no caso de Crepúsculo (que lançou seu terceiro filme nos cinemas essa semana, chamado Eclipse) a coisa funciona diferente… A trilha caminha junto com o filme. Desde o primeiro longa há um investimento muito grande e uma seleção rígida de artistas para compôr a trilha. Devido ao sucesso da série, a produtora sequer precisou convidar músicos para participar. Os músicos procuraram (e continuam procurando) a produtora praticamente implorando sua inclusão no disco.

Esse fênomeno cultural desencadeou em uma das trilhas sonoras mais diversificadas e rentáveis da história. Uma mescla de mainstrain e underground que funcionou bem atingindo públicos diferentes, vendendo muito e alcançando o topo das paradas de vendas por muitas semanas consecutivas.

As trilhas vão de Paramore à The Black Ghosts, de Thom York à Death Cab For Cutie. A banda Muse participou das três trilhas (o que levou-os ao topo das paradas americanas e reconhecimento mundial). O compositor Beck se inspirou e criou uma canção para um dos personagens, por livre e expontânea vontade, e convidou a banda Bat For Lashes para produzi-la com ele (música no final do post). E até mesmo algumas participações completamente inusitadas como da banda junkie de garagem Black Rebel Motorcycle Club ou do projeto paralelo e sombrio de Jack White, o The Dead Weather, deixa pessoas como eu  de boca aberta. Não dá para negar que esses discos são golpes de mestre!

Nesse momento, Harry Potter deve estar se contorcendo de raiva por não ter seguido por um caminho semelhante.Moral da história: O filme pode ser ruim, mas a trilha sonora (nesse caso) compensa.

This Is It

Posted in Cultura Pop, Filmes, Música with tags , on setembro 10, 2009 by Jonatas

michael-jackson-this-is-it-poster

Bonitão esses cartaz de divulgação né?

O documentário This Is It trás os bastidores da produção e últimos ensaios para a tounê londrina que o Rei do Pop faria ainda em 2009. Com cenas inéditas e making of, promete ser um prato cheio para os fãs de Michael Jackson. Segundo rumores, é possível que esse seja o longa com menor tempo de produção na história! Não acredito nessa informação, mas não custa nada registrar hehe…

A estréia está prevista para outubro nos EUA. Por aqui ainda não temos previsão ;)