Jakob Goes Dylan

Durante toda a década de 90 as rádios ficaram infestadas com hits melosos e bem trabalhados da tímida banda Wallflowers, encabeçada pelo subestimado vocalista Jakob Dylan, ilustre filho de um ilustríssimo divisor de águas musical, Bob Dylan. Subestimado porque era inevitável não comparar o filho com o pai. A crítica massacrava alguns versos simples e melodias pop como se fosse obrigação de Jakob criar canções históricas e inteligentes. Sabe como é, a genética não pode falhar.

Mas ele conseguiu calar a boca da mídia. Vendeu milhões fazendo um rock alternativo agradável totalmente diferente do folk com o qual cresceu ouvindo. Não haviam rastros de country ou de blues em suas canções. Nada bucólico ou que soasse interiorano. Letras fáceis e pegajosas bastante coesas. Até conseguiram a benção de outro ícone da música, David Bowie, que permitiu a regravação de uma de suas canções para a trilha sonora de um filme inadequado (“Heroes”, regravada para a trilha do filme Godzilla). Jakob Dylan conseguiu se mostrar original e não ligava se agradava ou não os gregos e os troianos. Até que a banda acabou e fez-se necessário arriscar-se sozinho pela música. E nesse ponto que a situação foi revertida.

A carreira solo de Jakob Dylan soa como Bob Dylan. O folk está lá. O country também. Todos os versos parecem ter sido elaborados simetricamente perfeitos para soarem bucólicos. O vocal sereno meio caipira marca sua presença. Se fechar os olhos consegue até mesmo sentir o cheiro de grama molhada pela manhã naquele sítio isolado da humanidade e do café fresco preparado carinhosamente em um fogão à lenha. O pequeno Dylan decidiu que quer ser igual ao grande Dylan.

Apesar da cópia deslavada as canções são bonitas e em alguns momentos bastante interessantes. Não servem para ser clássicos e muito provavelmente nem atinjam o mainstream, mas valem a pena ser escutadas. Perdeu-se a originalidade (até mesmo visual, afinal o filho é a cara do pai e agora se veste como este também) em busca de uma zona de conforto que não era necessária para um artista competente. Lamentável, mas o que podemos fazer?

O segundo álbum do cantor chamado “Women + County” foi lançado recentemente e já pode ser encontrado na rede. Para ouvir mais trabalhos de sua carreira solo, visite o site oficial ou o MySpace ;)

10 Respostas to “Jakob Goes Dylan”

  1. O Dylan no sobrenome pesa demais. Embora abra muitas portas. De qualquer modo, a crítica deve separar pai e filho na hora de analisar a obra de Jakob. Abraços e sucesso com o blog!

  2. naum é mito meu tipo de musica.. rs…
    Mas é muito bom o blog…
    procuro parcerias, se vc se interessar me avise!
    http://videoaulas2009.blogspot.com

  3. Infelizmente esse é o futuro de muitos artistas. Uns querendo ser iguais aos outros que fizeram muito sucesso no passado. Isso acaba com a originalidade que os jovens de hoje poderiam mostrar. Todos querem ser iguais aos outros, fato.

    Temos algumas excessões é claro, mas são poucas e isso é deplorável.

    http://cerebro-musical.blogspot.com

  4. Concordo que o sobrenome pesa, mas sempre gostei dos wallflowers.

  5. seu blog está me dando oportunidade de conhecer bandas e cantores novos.

  6. Massa o blog! boa oportunidade msm para conhecer novos músicos! abraço

  7. Dando uma olhada no seu blog eu percebi q pelo menos pra mim, ele é fonte de novos conhecimentos, para mim vc posta cantores q eu nunca tinha visto

  8. São trabalhos distintos de ambos! Se for comparar coitado do Sean Lennon filho do John jamais poderia fazer uma música, ele é muito bom nas músicas que faz dentro da proposta dele, mas jamais poderá ser comparado com o pai.

  9. quando saiu o primeiro disco dele, que é muito bom, postei no meu blog sobre.

    http://esteticamusical.blogspot.com/search/label/Jakob%20Dylan

    wallflowers é uma banda muito agradável de ouvir. o women & country tentou fazer um pouco mais, seguir um rumo um pouco diferente, mas não ficou tão legal quanto o primeiro.

    abraço

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: