2010’s: Japandroids

Para começar, o nome dessa banda é genial: Japandroids. Não consigo imaginar um nome mais nerd para uma banda formada por… nerds. O Japandroids é um duo canadense de garagem formado por Brian King (físico) e David Prowse (antropólogo). E só. São apenas os dois, com uma guitarra e uma bateria no melhor estilo White Stripes de existir. A grande diferença está nas influencias sonoras. Jack White é profundamente ligado ao rock clássico, blues e guitarras virtuosas. Já esses caras são sujos e crus, e preferem aquela barulheira da guitarra bruta sem muito trabalho para tocar, mas com muita espontaneidade. Ficam claras as influências de stoner-rock, garage-rock e até mesmo hard-rock em suas faixas.

Desde 2006 na estrada, só agora com o relançamento do EP “No Singles” ganharam algum destaque graças às maravilhas que a internet pode prover. Encabeçaram os artistas mais bloggados por semanas consecutivas no The Hype Machine, espécie de site que serve de termômetro para o que há de novo e bom por ai. Foi o suficiente para ganharem espaço em muitos festivais pela Europa e EUA. Seu disco de estréia, “Post-Nothing” lançado em 2009, foi citado como “melhor redescoberta em 2010” pelo semanário britânico NME.

Particularmente, não vejo nada de inovador, nem promissor no som deles. O som lembra muito Death From Above 1979, que era uma ótima banda (aliás, uma das minhas preferidas) e A Place To Bury Strangers. Existe alguma semelhança também com alternativo-experimental que pegou no final dos anos 80, como Jesus and Mary Chain e Sonic Youth. Mas é um som que diverte muito! Pelo que comentam, a presença de palco dos caras deve ser muito boa! E é disso o que precisamos não é mesmo? Boas energias.

Fato rápido: O nome Japandroids é uma homenagem a duas bandas que influenciaram Prowse e King. São elas Japan Scream e Pleasure Droids, respectivamente.

2 Respostas to “2010’s: Japandroids”

  1. Gostei do instrumental, me fez lembrar um pouco Dakot Star (ou Daiki Kasho – vide Gran Turismo do PST)
    O som do vocal nao gostei muito nao. Parece que ficou meio perdido na melodia, nao combinou… Coisa assim.
    E nada mal, pra quem é fisico e antropologo, mostra que nunca é tarde pra mudar de vocaçao… E da um incentivo pra quem ta começando com a ideia de musica.
    Eu quando li o titulo ja imaginei que eram japoneses…!

    Eh isso ai
    Ate mais!

  2. Não faz muito meu estilo, mas parabéns pelo blog.

    http://www.priscilainfashionland.blogspot.com

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: